Comércio perde quase 2 mil empregos em 5 meses

  • 04/07/2018
  • 0 Comentário(s)

Comércio perde quase 2 mil empregos em 5 meses

O setor comércio no Pará fechou os cinco primeiros meses do ano com saldo negativo de 1.955 postos de trabalhos e queda de 0,96% na criação de empregos formais. Entretanto, nos últimos 12 meses, o setor foi responsável pela geração de 746 novos empregos. Os dados são de pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada nesta quarta-feira (4).

O estudo do Dieese mostra que de janeiro a maio deste ano foi registrado saldo negativo entre admitidos e desligados. Foram feitas em todo o Pará, 28.977 admissões, contra 30.932 desligamentos, gerando saldo negativo de 1.955 postos de trabalhos e queda de 0,96%. Os setores varejista e atacadista foram responsáveis pela queda, já que perderam 1.931 e 34 empregados, respectivamente. O varejista teve queda de 1,15% na geração de empregos formais, enquanto que atacadista teve redução de 0,07%.

Já come relação aos últimos 12 meses, o comércio foi responsável pela geração de 746 novos emprego no Pará e crescimento de 0,37%. No período analisado, foram feitas 73.454 admissões, contra 72.708 desligamentos, o que gerou saldo positivo de 746 postos. Neste período tanto o comércio varejista quanto o atacadista apresentaram saldo positivos de empregos. O varejista criou 593 oportunidades formais, com crescimento de 0,36%, e o atacadista teve saldo positivo de153 postos, e crescimento de 0,44% de empregos.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


 Locutor no Ar

Top 20

16:50 - 18:00

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Gustavo Lima

apelido carinhoso

top2
2. Zé Neto e Cristiano

largado ás traças

top3
3. Jorge e Mateus

Propaganda

top4
4. Léo Magalhães

Oi

top5
5. Henrique e Juliano

mais amor e menos drama

Anunciantes